Momento ruim: bolsa perdeu mais empresas que ganhou em 2013

07/01/2014 - Com 11 ofertas de aquisição contra 10 aberturas de capital, bolsa fecha o ano com saldo negativo entre OPAs e IPOs SÃO PAULO - Caiu de R$ 2,51 trilhões para R$ 2,41 trilhões o valor de mercado das empresas com ações negociadas na Bovespa em 2013. Segundo levantamento feito pela bolsa brasileira, o número de empresas listadas também recuou. No início do ano, eram 364, enquanto ao final, 363 companhias tinham seus papéis negociados na Bovespa - resultado da diferença entre 11 OPAs (ofertas públicas de aquisição) e 11 IPOs (ofertas públicas iniciais) realizados no período. Os dados estatísticos apontam para um cenário já conhecido para os investidores: os ventos já não sopram a favor como antes, tendo em vista o maior pessimismo quanto à economia brasileira. Com a deterioração das contas públicas e a falta de confiança do mercado com relação às políticas monetárias, a interpretação de que o cenário na bolsa está árido parece ter prevalecido. Apesar disso, aberturas de capital bem sucedidas mostram que as coisas não foram necessariamente ruins para aquelas companhias que se aventuraram a enfrentar todas as turbulências do momento. Um bom exemplo é a BB Seguridade (BBSE3), com o maior IPO do ano no mundo, levantando US$ 5,6 bilhões. As ações da empresa decolaram desde sua entrada na bolsa e já fazem parte do Ibovespa. As estreias das educacionais Anima (ANIM3) e Ser Educacional (SEER3) potencializam o argumento. Vale destacar também que, para 2014, a consultoria EY - antiga Ernst & Young -, espera uma retomada dos IPOs e um cenário mais positivo. Em relatório, o analista André Viola Ferreira, sócio líder de Mercados Estratégicos da companhia, defendeu que 2013 representou o fim de um ciclo de dois anos de queda neste tipo de empreitada nas bolsas mundiais, graças à melhora da situação monetária global, da confiança dos investidores e os sinais de maior estabilidade política nas economias de maior relevância no cenário internacional, fatores que podem levantar algumas ondas a serem surfadas pelo mercado brasileiro.
Fonte: MSN


Comentários da notícia