Cinco ferramentas gratuitas para realizar aulas online

As instituições de ensino superior estão autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) a darem aulas online até, pelo menos, 17 de abril. A medida poderá ser prorrogada.

Para apoiar os educadores nesse momento, selecionamos empresas que ou já oferecem recursos gratuitos para a aprendizagem virtual ou liberaram após a situação de isolamento que o país e mundo se encontram. Confira:

Microsoft Teams: oferece chamadas de vídeos e áudios individuais ou em grupo, comunicação por chat e armazenamento de arquivos. O professor pode publicar material para a turma ou individualmente. As aulas podem ser gravadas e disponibilizadas imediatamente, entre outros recursos.

Google Classroom: ferramenta gratuita para professores organizarem e compartilharem conteúdo. Além disso, também permite a criação de perguntas que podem ser respondidas por múltipla escolha ou respostas curtas.

Gratuito e com versão para mobile. Para saber mais clique aqui.

Hangouts Meet: plataforma de videoconferências do Google que possibilita reuniões virtuais com até 250 pessoas, além de transmissão ao vivo para 100 mil espectadores, com opção de gravação.

Recursos premium liberados até 1º de julho. Para saber mais clique aqui.

Samba Tech: plataforma de hospedagem e distribuição de videoaulas com apresentação de taxa de retenção a cada minuto do vídeo. Recurso para telemedicina. Suporte 24 horas com acompanhamento personalizado e ainda possui ferramentas que protegem os conteúdos contra roubos.

Para este período, o recurso de transmissão ao vivo foi liberdo. Possui versão mobile. Para saber mais clique aqui.

FullFace: está disponibilizando gratuitamente o serviço de autenticação facial para as instituições realizarem aulas online, atividades ou provas a distância. O benefício proporcionado pela empresa terá duração de três meses.


Fonte: https://revistaensinosuperior.com.br/aulas-online-cinco/


Comentários da notícia