Universitários bem-formados recusam Google e Facebook como empregadores

Nas universidades de elite dos Estados Unidos, os universitários estão cada vez mais refratários às gigantes da área de tecnologia, como Google e Facebook, destacou o The New York Times. Os jovens condenam muitas das práticas dessas empresas e, como protesto, preferem trabalhar em companhias consideradas mais éticas e socialmente responsáveis.

Entre os problemas relatados na matéria estão o escândalo envolvendo o uso indevido de dados pessoais pelo Facebook, o projeto do Google (hoje abandonado) de inserir no site de buscas alguns mecanismos de censura a pedido do governo da China, e as práticas de desmobilização sindicais da Tesla.


Fonte: https://revistaensinosuperior.com.br/universitarios-facebook-google/


Comentários da notícia