92% dos especialistas em TI têm grande apetite por IA, diz KPMG

Grande parte dos especialistas em negócios acredita que a inteligência artificial ainda não foi totalmente explorada em seu potencial comercial. Uma nova pesquisa da KPMG, realizada com executivos do varejo, finanças, saúde, transporte e tecnologia, constatou que 92% dos participantes consideram que as soluções de inteligência artificial tornarão as suas empresas mais eficientes. Para os representantes do setor tecnológico, 81% acreditam que os seus colaboradores estão abertos à integração da IA no ambiente de trabalho. Além disso, 73% desejam que as suas empresas sejam mais agressivas no investimento e na adoção da tecnologia.

De fato, o setor de tecnologia está à frente nas implantações de IA. Segundo Sreekar Krishna, diretor da KPMG, "as empresas que incorporam IA e outras formas de digitalização em todos os processos e funcionalidades estão atrapalhando a concorrência". Já as empresas que "estão atrasadas demoram para se digitalizar no geral. O primeiro passo para a maturidade da IA ​​é passar pelo processo de digitalização em toda a empresa", explica Krishna. "Aqueles com grandes infraestruturas de tecnologia que hesitaram em investir estão sendo deixados para trás."

Também há concordância entre os especialistas em tecnologia (59%) de que o aprendizado de máquina terá o maior impacto geral sobre o setor, seguido por deep learning e reconhecimento facial.

Adoção de IA na indústria de tecnologia

Claramente, a IA está ganhando popularidade, mas os entrevistados estão cautelosos com o que consideram desafios significativos, como a lacuna em talentos qualificados. Além disso, 70% acreditam que os funcionários têm preocupações sobre como a tecnologia será aplicada e, especificamente, sobre o impacto que a sua adoção terá nos seus empregos. De acordo com os dados, mais de um terço da indústria de tecnologia (37%) teme que possa ser substituída pela IA.

Outro ponto avaliado no estudo mostra que os especialistas em negócios têm preocupações com segurança e privacidade de dados, e a maioria dos entrevistados (69%) é a favor de algum nível de envolvimento do governo na regulamentação da IA. A ética também é uma questão que não pode ser ignorada, com 88% dos especialistas em tecnologia afirmando que as empresas precisam implementar políticas para o desenvolvimento da inteligência artificial.

Ainda existem algumas barreiras para promover a adoção da IA, mas os especialistas em negócios prometem avançar com investimentos, treinamento e governança para garantir que os benefícios da tecnologia sejam otimizados.



Fonte: https://cio.com.br/92-dos-especialistas-em-ti-tem-grande-apetite-por-ia-diz-kpmg/


Comentários da notícia