6 CEOs revelam seus maiores aprendizados em 2019

2020 chegou. Com ele, novos desafios para profissionais e empreendedores brasileiros, com mercados cheios de inovação, tecnologia, expectativas e novidades.

Diante de tudo isso, é necessário saber aprender com os erros, fazer alguns ajustes e ter uma nova visão de mundo. Confira abaixo seis lições que os CEOs de empresas aprenderam durante o ano de 2019:

Carlos Netto, CEO da Matera

"Em 2019, tivemos a certeza que as transformações digitais estão cada vez mais em evidência e que o Brasil se prepara para uma nova fase de tecnologia e empreendedorismo, na qual as inovações vão ocorrer em todas as escalas da cadeia, trazendo oportunidades como as fintechs embarcadas, pagamento instantâneo e as novas regulamentações do open banking. Essas tecnologias vão agregar ainda mais valor à vida das pessoas, além de gerar dinamismo nas empresas que estão se movimentando para acompanhá-las. Tudo isso acarreta novas oportunidades para observarmos as tendências, desenvolvermos novidades, nos adaptarmos e criarmos novas oportunidades para o mercado de trabalho. Estamos nesse cenário de tecnologia há mais de 30 anos e, sem dúvidas, a cada ano que passa vemos que estamos no caminho certo e temos muito o que percorrer ainda. O maior aprendizado que fica para este ano é o de poder ser um dos agentes transformadores deste cenário"

Max Oliveira, CEO da MaxMilhas

"Quando você está dentro de uma tempestade, dê um passo para trás. Saia dela e enxergue por fora. Não adianta continuar tentando fazer as mesmas coisas que não têm dado resultado. É preciso analisar cada problema em separado, escolher os mais fáceis e começar com eles. Essa foi uma das lições que os desafios e as conquistas de 2019 me ensinaram. Também passei a dar mais valor a um aprendizado muito importante: cuide de você para que você consiga cuidar da empresa."

Maurício Feldman, CEO da Volanty

"Em 2019, tivemos muitos desafios e, consequentemente, muitos aprendizados. Os que mais me marcaram foram os relacionados à gestão de pessoas. A missão de inovar no segmento de compra e venda de carros no Brasil é bastante desafiadora e, por isso, precisamos do melhor time trabalhando junto, alinhado e comprometido para fazer isso acontecer. Nossa busca não está em apenas encontrar as melhores pessoas, que se encaixam à nossa cultura, mas mantê-las empenhadas e desafiadas dentro da Volanty. A outra grande lição de 2019 foi em relação a tecnologia. Desenvolvendo, atualizando e otimizando nossos serviços para proporcionar uma experiência completa aos nossos clientes, nos tornando, cada vez mais, um marketplace selecionado que conecta o cliente de um jeito seguro, fácil e transparente, dando consistência na operação"

Miriam Yokoyama, CEO da EasyDeco

"Um dos desafios desse ano foi adaptar e evoluir nossa comunicação e fortalecer nossa cultura, pois à medida que o time cresce, a quantidade de perspectivas também aumenta, o que trazem soluções incríveis, mas ao mesmo tempo aumenta a complexidade de comunicação e alinhamento, pontos fundamentais para o sucesso. Trabalhando com inovação, não existe fórmula pronta - é importante criar uma cultura em que todos estão engajados e alinhados com o mesmo objetivo, e entendendo a importância dos aprendizados e resultados de cada situação, sempre respeitando as diferentes necessidades daquele momento. "

Carlos Curioni, CEO do Elo7

"Um dos pontos mais importante na jornada de empreender é ter resiliência e serenidade. Não se desesperar quando as condições são adversas e nem ficar eufórico em um ambiente mais otimista. Estamos vindo da maior crise que o Brasil enfrentou em sua história e há sinais de retomada. Quem teve capacidade de passar por essa turbulência sairá mais forte dela e tem grandes chances de colher resultados expressivos ao longo dos próximos anos."

Marcelo França, CEO do Celcoin

"Vivemos um período de forte crescimento e muitas conquistas neste ano que passou. Como consequência, o time aumentou rapidamente e, em determinados momentos, tivemos que dar uma atenção especial a comunicação para mantermos a cultura da empresa e todos alinhados na mesma direção. Também ficamos impressionados com a velocidade das mudanças que vem ocorrendo no mundo das fintechs e com a disposição do regulador, Banco Central, de promover uma maior competição. Diante desse cenário de mudanças constantes, criamos um time de inovação dedicado para aproveitar o momento da melhor forma possível."



Fonte: https://www.itforum365.com.br/6-ceos-revelam-seus-maiores-aprendizados-em-2019/


Comentários da notícia