Algo de positivo na educação

04/01/2014 - Acredito que quatro pontos marcaram o ensino público no Rio Grande do Norte no ano passado: os projetos da Ufersa, a interiorização da rede do Instituto Federal do RN, a consolidação do Exame Nacional do Ensino Médio-Enem, e ainda a informatização da vida escolar dos estudantes da rede estadual de ensino. Então vejamos. Primeiro, o crescimento da qualidade do ensino e pesquisa da Ufersa em todos os seus pólos de ensino em Mossoró, Pau dos Ferros Caraúbas e Angico. Além dos projetos da Ufersa, destaque para a política de expansão e interiorização do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN), que dentro de cinco anos a rede passou de cinco campi para 19 em 2013, e mais duas unidades em Parelhas, Lajes estão em construção, com previsão de conclusão até o final do ano, além da unidade do bairro das Rocas, em Natal, anexa ao Campus Cidade Alta. O terceiro ponto fica para a realização do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio, que no estado todo processo obteve sucesso, sem problema algum. Hoje o Enem é o mais democrático meio de acesso ao ensino superior em todo o país e, conseguiu vencer todas as barreiras adversárias, principalmente por parte das elites investidoras nas empresas educativas. E por último, no meu entender, fica o processo de informatização que o sistema estadual de ensino tenta implantar nas escolas da rede, o SigEduc. Com o sistema, o professor gerencia toda vida escolar dos alunos, além de acabar, para sempre, com antigas filas que existiam nas escolas em busca de matrículas no começo de cada ano. Desempenho A última edição do Índice de Proficiência em Inglês indica que o desempenho de alunos brasileiros no Test of English as a Foreign Language – um dos mais importantes exames mundiais de proficiência no idioma – ainda é considerado baixo, apesar de ter subido 8 posições no ranking mundial. O teste é uma das principais ferramentas utilizadas por universidades estrangeiras, como Cambridge, Stanford, Harvard e MIT, para a avaliação de estudantes de todo o mundo. Fies Os beneficiários do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) têm novo prazo para fazer renovação do contrato. Agora, até 30 de abril próximo. A prorrogação abrange a renovação semestral de contratos de financiamento formalizados a partir de janeiro de 2010, referentes aos aditamentos do segundo semestre daquele ano até o segundo semestre de 2013. As renovações relativas ao primeiro semestre de 2014 devem ser feitas no mesmo prazo. E tem mais: o tema segue, agora, para discussão nas comissões de Educação, Cultura e Esportes, de Assuntos Econômicos e de Assuntos Sociais – à ultima caberá a decisão terminativa para a compra de material escolar pelos estudantes brasileiros, cuja família recebe o Bolsa Família.
Fonte: Tribuna do Norte - RN - Natal/RN


Comentários da notícia