IFMT juntamente com a Sesp e Secitec ofertarão o Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública, na modalidade a distância

07/04/2014 - O Instituto Federal de Mato Grosso juntamente com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec) irão ofertar o Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública, na modalidade a distância. Serão ofertadas 400 vagas, para os profissionais da carreira da segurança pública (Polícia Militar, Bombeiros Militar e Polícia Judiciária Civil). A abertura das inscrições para o processo seletivo está prevista para começar na 1º quinzena de abril e as aulas estão previstas para iniciarem no início de maio. Os representantes da Pró-Reitoria de Ensino, do Campus Cuiabá, da Secretaria de Segurança Pública no estado de Mato Grosso e da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia se reuniram na manhã desta sexta-feira, dia 28 de março, para definir os detalhes para a realização do curso. O Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública, na modalidade a distância, tem o objetivo de qualificar os profissionais tecnólogos de nível superior para atuarem nas áreas de política, gestão, planejamento e técnicas operacionais no âmbito do sistema de segurança pública, fundamentado nos princípios da cidadania, dos direitos humanos e da cultura da paz, em relação às atividades de prevenção e enfrentamento de conflitos contemporâneos da sociedade. Segundo o Pró-Reitor de Ensino, Ghilson Ramalho, o curso utilizará a estrutura da Secitec para ofertar o ensino à distância, devido à possibilidade de atender os profissionais da carreira da segurança pública que estão localizados em todos os municípios do estado. O curso deve enfatizar, considerando as diversas possibilidades de atuação profissional, uma ou mais atividades da área de segurança pública relacionadas a: segurança e ordem pública, segurança comunitária, defesa civil, política técnico-científica e polícia administrativa. O presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos, Luciano Esteves Correa da Costa, salientou que o curso irá nivelar todo o efetivo da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros que irão sair do nível médio para o nível superior. Além disso, ao final do curso o efetivo que estiver cursando será agraciado com o primeiro posto do oficialato. “O curso tecnólogo vai melhorar o atendimento ao público que é a área fim do policiamento e quem vai colher os resultados é a sociedade com policiais mais bem preparados”, destacou Luciano Esteves Correa da Costa. A realização desse curso ocorre por meio da celebração do Termo de Convênio/Cooperação Técnica nº001/201 entre o Instituto Federal de Mato Grosso, a Secretaria de Segurança Pública e a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, que tem por objetivo estabelecer e regulamentar um programa de cooperação técnica, pedagógica e científica entre os particípes, visando a oferta de cursos técnicos de nível médio (subsequentes), Cursos Superiores de Tecnologia, Bacharelados e ações na área de educação, ciência, tecnologia, pesquisa, extensão, prestação de serviços públicos ou de atuação e interesses comuns.
Fonte: O Nortão On Line - Porto Velho/RO


Comentários da notícia