Brasil deve crescer quase 2% em 2014, dizem analistas do mercado

14/01/2014 - Projeção divulgada Banco Central subiu de 1,95% para 1,99%. Mercado também prevê que relação dívida/PIB vai cair de 35% para 34,95% em 2014 A economia brasileira deve crescer quase 2% neste ano, prevêem analistas e investidores de mercado consultados pelo Banco Central. A estimativa anterior para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas no País, era de 1,95%. As previsões estão no relatório Focus, divulgado pelo banco na segunda-feira (13). Nesta semana, a mediana das projeções para 2014 aponta crescimento de 1,99%, ante 1,95% na semana anterior. Para 2015, os analistas ajustaram ligeiramente a projeção de crescimento de 2,50% para 2,48%. A previsão para o avanço da produção industrial em 2014 foi mantida em 2,20%. Já para2015, aperspectiva ficou mais otimista, aumentando de 2,89% para 3%. A expectativa para o investimento estrangeiro direto (IED), recursos que vão para o setor produtivo do País, foi mantida em US$ 60 bilhões neste ano. Mas para2015, aprojeção passou de US$ 60 bilhões para US$ 59 bilhões. As instituições financeiras apostam que a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB vai cair de 35% para 34,95% em 2014 – e deve se manter em 35% em 2015. No caso do dólar, pela terceira semana seguida, a previsão é de que a moeda americana permaneça em R$ 2,45 em 2014. Para 2015, deve subir a R$ 2,47. Os investidores disseram que o superávit comercial o superávit comercial (exportações menos importações) deve subir neste ano de US$ 8 bilhões para US$ 8,25 bilhões. Para2015, aprevisão segue em US$ 12 bilhões. Com informações do Banco Central
Fonte: Portal Brasil


Comentários da notícia