Capes aprova mil novas vagas para cursos EAD em AL

10/01/2014 - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou a oferta de 1.175 vagas para novos cursos de pós-graduação e novas turmas de graduação (licenciatura e bacharelado), na modalidade a distância, pela Universidade Federal de Alagoas, através do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). São 110 vagas para a especialização (latu sensu) em Ensino de Geografia nos polos das cidades de Arapiraca, Delmiro Gouveia, Maceió e São José da Laje. Já a especialização Estratégias Didáticas para a Educação Básica com Uso de TIC deve ofertar 150 vagas nos polos de Arapiraca, Delmiro Gouveia, Maceió, Santana do Ipanema e São José da Lage. Outro curso de especialização, Tecnologia da Informação para Educadores, recebeu parecer favorável da Capes para oferta de 100 vagas nos polos de Arapiraca, Maceió, Maragogi e Santana do Ipanema. Nos cursos de graduação, foram aprovadas novas turmas de Física/Licenciatura (110 vagas) nos polos de Arapiraca, Maceió e Santana do Ipanema; Matemática/Licenciatura (310 vagas) nos polos de Arapiraca, Delmiro Gouveia, Maceió, Maragogi, Matriz de Camaragibe e Palmeira dos Índios. Os polos de Maceió e São José da Lage obtiveram aprovação para a oferta de 120 vagas do curso de Pedagogia. Já Química/Licenciatura pode ofertar 75 vagas nos polos de Arapiraca, Olho d’Água das Flores e São José da Lage. O bacharelado em Sistema da Informação está autorizado a ofertar 200 vagas nos polos de Arapiraca, Maceió, Maragogi e Olho d’Água das Flores. De acordo com a Coordenadoria Institucional de Educação a Distância (Cied), os próximos passos são as ações de planejamento para a oferta dessas novas vagas através de edital. Segundo o coordenador-geral da Coordenadoria Institucional de Educação a Distância da Universidade Federal de Alagoas da Ufal, Luis Paulo Mercado, a aprovação da Capes demonstra o empenho e a capacidade de articulação do corpo docente das Unidades Acadêmicas envolvidas na ampliação não só do acesso ao ensino superior em Alagoas, mas também do aumento das ações de formação continuada e melhoria da qualidade da formação dos professores.
Fonte: Tribuna Hoje


Comentários da notícia