Cerca de um terço dos portugueses está insatisfeito com o custo do ensino público

Um em cada três portugueses ainda não está satisfeito com os custos associados ao ensino público em Portugal. A conclusão é do Estudo da Sociedade Portuguesa — Confiança no Sistema Educativo e Hábitos de Poupança em Portugal, elaborado pelo Observatório da Sociedade Portuguesa da Católica Lisbon School of Business and Economics, publicado nesta terça-feira.

Quanto ao grau de satisfação com o sistema educativo, só 37% dos inquiridos através do Painel de Estudos Online — uma base de dados utilizada por investigadores que permite a recolha de dados de um painel heterogéneo e diversificado — dizem estar satisfeitos ou extremamente satisfeitos.

No que diz respeito à escola pública, “os participantes reportam um nível moderado-baixo de confiança”, lê-se no relatório sobre as questões feitas em Julho deste ano. Mas mesmo assim, houve um crescimento de 7,8% no nível de confiança em relação aos estabelecimentos públicos de ensino, em comparação com o que tinha sido reportado no ano anterior.

Quanto ao sistema educativo, 23,2% indicam que tem má ou muito má qualidade. Entre os restantes, 41,9% referem que tem boa a muito boa qualidade e 34,9% acham que tem qualidade razoável.

Na hora de avaliar a qualidade das escolas públicas, privadas ou católicas (ou relacionadas com a igreja), mais de metade (52,5%) diz que o privado é bom ou excelente. Já 47,7% afirma o mesmo do ensino público e só 40,7% classificou as escolas católicas nessa categoria.

Caso todas as ofertas de ensino em Portugal tivessem um custo semelhante escolheria o público, o privado laico ou uma escola católica? 48,4% dos inquiridos optariam pelo privado.

A amostra utilizada é constituída por 961 participantes, 647 mulheres e 314 homens, de idades compreendidas entre os 17 e os 72 anos. Em relação ao distrito de residência, 39,5% dos respondentes reside em Lisboa, 12,1% no Porto, 6,7% em Setúbal, 5,1% em Aveiro, 5,1% em Coimbra. Os restantes 31,5% estão distribuídos pelos outros distritos. Quanto ao nível de escolaridade, 71,4% tem um curso superior, 27,4% indica ter o ensino secundário completo e 1,2% refere só ter o ensino básico.



Fonte: https://www.publico.pt/2018/12/04/sociedade/noticia/cerca-terco-portugueses-insatisfeito-custo-ensino-publico-1853502


Comentários da notícia