Profissionais especializados em logística têm oportunidades em mercado de trabalho amplo

16/05/2018 - Curso superior de Tecnologia em Logística, da Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre, tem formação voltada para qualificação e empregabilidade.

Uma encomenda que chega a sua casa. Um restaurante que todos os dias recebe alimentos frescos. O porta-malas lotado para um feriadão na praia. Todos esses cenários tem algo em comum: eles envolvem logística. Ao contrário do que se possa pensar, transporte e logística não são exatamente a mesma coisa. Enquanto o primeiro se limita a levar um objeto de um lugar a outro, o segundo envolve cadeia de suprimentos, transportes multimodais (via aérea, férrea, terrestre e marítima) e armazenamento: tudo para garantir que um produto seja entregue em perfeitas condições.

Quem trabalha nessa área de operações tem um mercado de trabalho amplo, podendo conquistar vagas em transportadoras, empresas especializadas ou na área de exportação e importação. Além disso, não são poucas as empresas que possuem um sistema próprio de logística.

No entanto, não são apenas as operações comerciais que lidam com esse tipo de planejamento. Viajar para uma temporada no Litoral e levar ?a casa? no porta-malas também exige toda uma logística de aproveitamento de espaço. A autora do exemplo é a professora Andressa Lacerda Capelli, coordenadora do curso Tecnólogo em Logística e dos bacharelados em Administração e Engenharia de Produção da Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre.

Praticamente todas as empresas lidam com pelo menos um processo de logística. Quando compramos um produto da China, por exemplo, como é comum atualmente, não pensamos em todo o caminho que a encomenda percorre até chegar a nossa casa, inteira e em bom estado. Isso é logística: garantir que o produto chegue ao seu destino final

ANDRESSA CAPELLI

Coordenadora do curso Tecnólogo em Logística

Outro exemplo lembrado pela professora ocorreu em uma transportadora de lacticínios. Por algum motivo, os produtos estavam chegando estragados aos distribuidores. Após investigação, descobriu-se que o caminhão refrigerado que realizava o transporte ficava muito tempo parado no trânsito e, com o motor em baixa rotação, o nível de refrigeração diminuía. A partir disso, criou-se um novo processo para resolver o problema.

Para quem gostaria de se especializar nesse contexto, a Faculdade Dom Bosco oferece o curso Tecnólogo em Logística. Com uma grade curricular especial, a formação tem dois anos de duração e pretende abranger todas as operações e técnicas. De acordo com Andressa, o objetivo é qualificar os alunos para atender de clientes pequenos até empresas multinacionais.

O curso da Faculdade Dom Bosco pretende formar alunos preparados para o mercado. Um dos diferenciais é a disciplina de simulação de processos logísticos, na qual o estudante se sentirá como um operador, verdadeiramente responsável por um bem. Aulas de empreendedorismo, logística reversa, segurança do trabalho, automação e robótica também são parte da grade curricular. Além disso, cinco novos laboratórios que serão utilizados por alunos do curso estreiam nesse segundo semestre, são eles: modais de transportes, automação e robótica, sistemas de armazenamento, engenharia de fábrica e ergonomia e segurança do trabalho.


Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/educacao-e-emprego/conteudo-publicitario/2018/05/profissionais-especializados-em-logistica-tem-oportunidades-em-mercado-de-trabalho-amplo-cjh7wpg2d057w01pabcrisp2x.html


Comentários da notícia